OS 7 TIPOS DE DESCANSO QUE TE DEVES OFERECER

Quantas pessoas no teu círculo próximo se queixam de cansaço, físico ou mental? E tu, quão frequentemente te sentes cansada? Exausta? Sem energia?

Tentamos muitas vezes dormir mais, mas continuamos a acordar cansados, como se o sono não fosse reparador. E por vezes não é, é verdade.

Mas hoje, mais do que de DORMIR, vamos falar de DESCANSAR. Saundra Dalton-Smith quer lembrar-nos que os dois conceitos são muito diferentes, embora muitas vezes se confundam. Assumimos frequentemente que descansamos porque dormimos o suficiente, mas e se for outro o tipo de descanso que o nosso corpo precisa?

Saundra afirma: estamos a sofrer um défice de DESCANSO porque não entendemos o seu verdadeiro poder.  O resultado? “Uma cultura de indivíduos de alto-desempenho, alta-produção, cronicamente cansados e cronicamente esgotados.
Dormir é apenas uma pequena parte do quadro todo. É apenas 1 dos 7 tipos de descanso.” 

Vamos conhecê-los em detalhe:

1. DESCANSO FÍSICO
Pode ser passivo ou ativo. O descanso físico passivo inclui dormir e cochilar, enquanto o ativo significa atividades que possam ser restauradoras para o teu corpo (yoga, alongamento, massagens, etc).

2. DESCANSO MENTAL
“Sabes aquele colega de trabalho que começa a trabalhar todos os dias com uma chávena enorme de café? Que está frequentemente irritado, queixa-se que a memória lhe falha e tem dificuldade para se concentrar no trabalho? Quando se deita à noite para dormir, tem de fazer um esforço para desligar o cérebro, enquanto as conversas do dia preenchem os seus pensamentos. E apesar de dormir sete a oito horas, acorda a sentir-se como se nunca tivesse ido para a cama. Ele tem um défice de repouso mental. O que ele precisa é de um tempo para acalmar a mente.”
Se sentes que pode ser o teu caso também, “a boa notícia é que não precisas de pedir demissão ou ir de férias para resolver a situação: programa pausas curtas a cada duas horas durante o dia de trabalho – elas vão relembrar-te a abrandar o ritmo e ajudar a tua mente a acalmar um pouco.” 

3. DESCANSO SENSORIAL
“Luzes brilhantes, ecrans de computador, ruído de fundo e conversas por toda a parte” – seja num escritório ou em chamadas digitais – podem fazer com que os nossos sentidos se sintam sobrecarregados. Algo tão simples como fechar os olhos por um minuto a meio do dia ou desligar intencionalmente dos aparelhos eletrónicos quando chegas a casa pode ajudar a dar-te este descanso sensorial. 

4. DESCANSO CRIATIVO
Este tipo de descanso é especialmente importante para quem procura soluções para determinadas situações ou para criar espaço para novas ideias.
“O descanso criativo desperta a contemplação do ambiente e a contemplação dentro de cada um de nós. Permitir-se contemplar a beleza do que te rodeia – se possível em contacto com a natureza, ainda que seja num parque ou no teu quintal – proporciona um descanso criativo.
O tempo que passas a usufruir das artes desempenha também um papel importante no descanso criativo. “Experimenta transformar o teu espaço de trabalho num lugar de inspiração, com fotografias de pessoas ou lugares que te fazem sentir bem, e obras de arte que falam contigo.” 

5. DESCANSO EMOCIONAL
“Sabes aquele amigo de quem todos dependem? Aquela a quem ligarias se precisasses de um favor, porque mesmo que ele não o quisesse fazer te responderia com um “sim imediato” em vez de um “não verdadeiro”? Quanto está sozinho, ele sente-se frequentemente desvalorizado, como se os outros se estivessem a aproveitar dele. Esse amigo precisa de descanso emocional, de tempo e espaço para expressar livremente os seus sentimentos e ter uma pausa deste comportamento constante de agradar o outro”.
O descanso emocional também requer coragem para se ser autêntico. “Uma pessoa emocionalmente descansada pode responder à pergunta: “Como estás hoje?” com um sincero “Não estou bem” – e assim criar um espaço para partilhar pensamentos e sensações que de outra forma não expressaria.”

6. DESCANSO SOCIAL
“O défice de descanso emocional e o descanso social tendem a co-existir. Isto ocorre quando deixamos de diferenciar os relacionamentos que nos dão energia daqueles que nos deixam exaustos.” 
A investigação sugere que temos neurónios-espelho que nos permitem receber a informação emocional dos que nos rodeiam. “Para experienciares mais descanso social, cerca-te de pessoas positivas e que te apoiam, procura estar com amigos que não querem mais do que aproveitar a tua companhia.”

7. DESCANSO ESPIRITUAL
“O descanso espiritual é a capacidade de nos conectarmos além da dimensão física e mental e sentir um profundo sentimento de pertença, amor, aceitação e propósito. Procura envolver-te “em algo maior que tu” na tua rotina diária”. Grupos de oração, meditação, ou ajuda comunitária podem ser uma opção.

Podes ouvir a Saundra Dalton-Smith a falar sobre este tema aqui.

Agora que chegaste até aqui, espero que te sintas motivada a dar um novo sentido ao teu DESCANSO.
Comigo resultou 🙂

Traduzido e adaptado de: https://ideas.ted.com/the-7-types-of-rest-that-every-person-needs/


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

fourteen + 5 =