Consulta de Fisioterapia Pélvica

A consulta de fisioterapia pélvica pode ser, antes de mais, uma oportunidade para a (pré)adolescente descobrir e conhecer o corpo de uma forma descontraída e orientada, num ambiente seguro para conversar sobre temas como a sexualidade, a menstruação, ou as perdas de urina durante o exercício, sem tabus.

Por outro lado, a puberdade e a adolescência, são caracterizadas por importantes picos de crescimento e é frequente, nestes períodos, que ocorram alguns desequilíbrios musculares e posturais, já que o ritmo de crescimento entre as diferentes partes do corpo pode ser muito diferente. Adicionalmente, muitas (pré)adolescentes praticam atividades ou desportos que envolvem movimentos repetidos, estimulando constantemente os mesmos grupos musculares.

No caso de desportos de impacto (trampolim, ginástica, basquetebol, entre outros) há um desafio constante de pressão sobre o pavimento pélvico, que pode deixá-lo mais suscetível a disfunção. O pavimento pélvico fornece suporte a órgãos como a bexiga, os ovários e o útero. É também responsável pelo controlo dos nossos esfíncteres, ou seja, responsáveis pela continência, e tem um papel determinante na função sexual. Um pavimento pélvico funcional é aquele que tem capacidade de se contrair e distender de acordo com as necessidades do corpo.

Os motivos mais frequentes para a procura por esta consulta por parte das (pré)adolescentes incluem:

  • Informação sobre o pavimento pélvico: conhecê-lo e cuidá-lo. O conhecimento das estruturas do corpo, desde a anatomia à função, constituiu uma ferramenta poderosa de saúde. Nesta consulta são também dados a conhecer bons hábitos de saúde pélvica, e quais os sinais e sintomas que podem indicar disfunção do pavimento pélvico, para que situações como essas possam ser prevenidas ou rapidamente diagnosticadas e tratadas.
  • Gestão de dor na região abdominal, lombar, pélvica, entre outras.
  • Desenvolvimento de um bom controlo postural para os desafios do dia-a-dia e para a prática desportiva.
  • Avaliação e adaptação de estratégias utilizadas na prática de exercício (padrão respiratório, gestão de pressões), que podem ser determinantes no aparecimento de sintomas, em especial no caso de exercício de alto impacto.
  • Diagnóstico e tratamento de disfunções do pavimento pélvico, que podem estar na origem de dores menstruais fortes; dor ou impossibilidade em inserir um tampão; dor ou ardor antes, durante ou após o ato sexual; perdas de urina ou gases/fezes; infeções urinárias recorrentes; dor ou ardor ao urinar / dor ao evacuar; obstipação crónica; hemorroides: dor na região pélvica; sensação de pressão ou peso constante na zona pélvica e/ou perda de ar pela vagina.

As consultas de fisioterapia podem ser realizadas na UTERUS e ao domicílio. Estão disponíveis packs de consulta para as situações que necessitam de acompanhamento mais regular.
Contacte-nos aqui para mais informações ou agendamento.